Manifestação de empresários de Joaçaba é suspensa

08 de Abril de 2020

Os empresários, principalmente os de pequeno porte, foram surpreendidos novamente na noite desta terça-feira (07) com a prorrogação do Decreto Emergencial em SC por mais cinco dias. As lojas, que tinham a expectativa de abrir nesta quarta-feira, vão ter que ficar fechadas até segunda-feira, dia 13, se não ocorrer novo adiamento de prazo.

Na manhã desta quarta-feira (08), indignados com a situação, os empresários se mobilizaram e pretendiam realizar uma carreata em forma de manifestação pelas ruas centrais de Joaçaba e Herval d’Oeste onde iriam expor a comunidade a situação. Seria uma forma de também pressionar o governo para o retorno imediato das atividades, pois a situação está ficando insustentável do ponto de vista econômico. A manifestação foi organizada pela CDL, que seguiu os protocolos recomendados, para evitar principalmente aglomeração de pessoas, e decidiu fazer apenas uma carreata. Minutos antes de iniciar, a Polícia Militar, através do 26º Batalhão com sede em Herval d’Oeste, fez novas recomendações e a comissão organizadora, formada por empresários do município, decidiu acatar sob pena de sofrer eventuais sanções.


A falta de critérios claros e específicos, que acabaram de certo modo discriminando empresas no plano de flexibilização do Governo, vem sendo questionado pelos empresários. Não se entende por exemplo como uma determinada loja, fora dos serviços essenciais, foi liberada para funcionar, tendo inclusive aglomerações de clientes, e outras tem que ficar com as portas fechadas.


Resta agora aguardar posição do Governo do Estado. A não realização da carreata em Joaçaba deixou muitos empresários indignados pelo fato de não poder saírem as ruas de forma pacífica para expor seu descontentamento com o Estado.

Por Marcelo Santos

Outras Notícias

CDL/Joaçaba unifica promoções e vai sortear em dezembro R$ 200 mil em prêmios 02/06/2020 FCDL/SC lança campanha Comércio Consciente 29/05/2020 Prorrogada MP que permite suspensão de contrato de trabalho 29/05/2020