Medidas de Segurança contra o Coronavírus Covid-19 para Restaurantes,Bares e Café.

Campanha de prevenção e combate ao Coronavírus Covid-19

22 de Maio de 2020

Reunir a família e os amigos, curtir um happy hour, fazer aquela refeição que você ama e tem um local preferido… A gente sabe que sair para comer é um prazer universal! E juntos, podemos fazer com que restaurantes, bares e cafés continuem em funcionamento. Conheça as medidas de segurança abaixo:

• Fica determinado que os estabelecimentos constantes do Art. 1o deverão providenciar que seja mantido o afastamento mínimo de distância de 1,5 m (um metro e cinquenta centímetros) de raio entre cada cliente, que estiver consumindo no local;

• Os locais disponíveis para assento deverão estar sinalizados de forma adequada para fácil identificação por parte dos clientes;

• Somente os clientes que estiverem de máscaras poderão acessar o estabelecimento;

• O estabelecimento deve fornecer na entrada e no início da fila do buffet (autosserviço), álcool 70% para os clientes;

• Manter os talheres embalados individualmente, e manter os pratos, copos e demais utensílios protegidos;

• Os restaurantes que dispõem os alimentos em buffet para o autosserviço devem colocar no local onde ficam os pratos e talheres, dispensadores de álcool 70% e luvas descartáveis. Os clientes higienizarão as mãos como álcool gel, calçarão as luvas, antes de pegar os pratos e os talheres. Os talheres para servir só poderão ser manuseados com as luvas; deve ser mantido no início da fila de acesso ao buffet um funcionário para orientar os clientes sobre a conduta descrita;

• Os equipamentos de buffet devem dispor de anteparo salivar de modo a prevenir a contaminação dos alimentos em decorrência da proximidade ou da ação do consumidor, dos trabalhadores e de outras fontes;

• Intensificar a higienização dos cardápios e galheteiros com álcool 70%; Não oferecer produtos para degustação;

• Intensificar a higiene e manter os ambientes ventilados naturalmente, incluindo os locais de alimentação dos trabalhadores e os locais de descanso;

• Aumentar a frequência de higienização de superfícies (mesas, cadeiras, maçanetas, superfícies do buffet, café e balcões) do estabelecimento bem como os procedimentos de higiene da cozinha e do(s) banheiro(s);

• Os responsáveis pelo estabelecimento devem fazer orientações aos trabalhadores sobre a correta higienização das instalações, equipamentos, utensílios e higiene pessoal (com comprovação documental, de acordo com a Resolução RDC número 216/2004;

• Os trabalhadores devem ser orientados a intensificar a higienização das mãos e antebraços, principalmente antes e depois de manipularem alimentos, após tocarem o rosto, nariz, olhos e boca, após uso de sanitários e após tocar em dinheiro ou cartões de banco;

• Disponibilizar álcool 70% no caixa para higienização das mãos, dos clientes e dos trabalhadores;

• Os saneantes utilizados devem estar devidamente regularizados junto a ANVISA e o modo de uso deve seguir as instruções descritas nos rótulos dos produtos;

• Não será permitida a entrada de entregadores e outros trabalhadores externos no local de manipulação dos alimentos;

• Organizar as filas de caixa e de atendimento mantendo a distância mínima de 1,5 (um metro e cinquenta centímetros) metros entre os clientes;

• A máquina de pagamento por cartão deve ser higienizada com álcool 70% após cada uso, podendo ser revestida de plástico filme;

• Os responsáveis pelo estabelecimento devem fazer orientações aos funcionários sobre a correta higienização do estabelecimento e higiene pessoal.

Outras Notícias

CDL/Joaçaba unifica promoções e vai sortear em dezembro R$ 200 mil em prêmios 02/06/2020 FCDL/SC lança campanha Comércio Consciente 29/05/2020 Prorrogada MP que permite suspensão de contrato de trabalho 29/05/2020